• Fábio Rabello

Realidade aumentada



Cada vez mais a diferença entre as lojas físicas e online estão diminuindo, isso graças a tecnologia, que já permite que as pessoas tenham informações e experiências como se estivessem com o produto em mãos. O consumidor pode pesquisar o produto online, optar por comprar via whatsapp e retirar em uma loja física ou vice-versa (aí entra o conceito de OMNICHANNEL, já apresentado nesse BLOG) e a realidade aumentada é uma aliada para ajudar a atrair clientes.

Ainda hoje, muitas pessoas não gostam de comprar online, porque não conseguem ter uma dimensão de como aquele produto é de fato, como a peça ficaria no corpo, por exemplo, no entanto com a realidade aumentada os consumidores podem testar diferentes cores, tamanhos e modelos e verificar alguns detalhes que só seriam possíveis de analisar na loja física, como conferir o encosto da cadeira, olhar como a poltrona se reclina e executar movimentos, como abrir a porta do armário.

Outra maneira de usar essa tecnologia é na localização. Em um supermercado, o consumidor poderia utilizar um aplicativo no celular para encontrar o produto que deseja. Nesse aplicativo, seria possível encontrar o produto, pesquisando a marca de acordo com a categoria e depois mirar o visor para a seção. Após ter feito isso, o celular piscaria na direção indicada ou mostraria a distância que o produto está.

Promoções também se tornariam mais divertidas com esse recurso de realidade aumentada, onde ao passarem por algum produto com desconto, os consumidores receberiam um aviso no celular que indicaria onde estão os lançamentos da loja e as ações que oferecem brindes e qualquer tipo de premiação.

Além disso, a realidade aumentada pode ser utilizada pelos lojistas como uma estratégia de entretenimento, a ideia é distrair as crianças enquanto os pais fazem compras através de um jogo no estilo Pokémon Go, que utilizaria a localização em que elas estão, em que seriam incentivadas a achar determinados produtos e até mesmo a encontrar ofertas que servissem para os seus pais.

E por fim, outra ideia que poderia ser aproveitada pelas agências, seria a de criar um planograma personalizado para cada unidade de lojas, a realidade aumentada, nesse caso, poderia ajudar também os donos de supermercados a criar uma réplica de como seria o planograma ideal sem tirar todos os produtos do lugar, o que permitiria criar estratégias para melhor organizar as gôndolas, de forma que o consumidor possa encontrar o que precisa em cada seção.

Fonte técnica: mundodomarketing.com.br

Vamos falar um pouco sobre seu negócio?

Que tal marcarmos um Skype para isso? Mande um Whatsapp para a gente 18 99777-1888

10 visualizações
 

©2014 Blue Note Marketing

  • LinkedIn ícone social
  • Facebook ícone social
  • Instagram ícone social
  • Pinterest
  • Twitter ícone social
  • YouTube ícone social